Sections
You are here: Home Informativos Edições 2018 Março PFDC passa a integrar conselho reitor da Federação Ibero-Americana de Ombudsman
Document Actions

PFDC passa a integrar conselho reitor da Federação Ibero-Americana de Ombudsman

2018-03-20 17:57

Até 2019 a instituição brasileira será a representante, no conselho, dos cinco países do Cone Sul que atualmente compõem a FIO

 

A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), do Ministério Público Federal, foi eleita para a vice-presidência do conselho que coordena os trabalhos da Federação Ibero-Americana de Ombudsman (FIO). A nomeação ocorreu durante a XXII Assembleia Geral da FIO, realizada entre 14 e 16 de março, na cidade do Panamá.

Encontro FIO 2018A instituição brasileira será a responsável pela representação, no conselho reitor, dos cinco países do Cone Sul que atualmente compõem a FIO – Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Chile. Além da PFDC, também foram nomeadas outras quatro vice-presidências, assim distribuídas: na América Central, a Defensoria del Pueblo da República do Panamá; para a região Andina, a Defensoria del Pueblo do Estado Plurinacional da Bolívia; para a Europa, a Defensoria del Pueblo da Espanha; além da vice-presidência a ser ocupada pela Defensoria del Pueblo da província de Santa Fé, na Argentina, que representará as instituições subnacionais que integram a FIO.

A Federação Ibero-americana de Ombudsman reúne defensores del pueblo, procuradores, provedores de Justiça e presidentes de Comissões Nacionais de Direitos Humanos com o objetivo de ser um foro de discussão para a cooperação, o intercâmbio de experiências e a promoção, difusão e fortalecimento da cultura de direitos humanos. O Brasil – representado pela Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão – integra a FIO desde 2013, ao lado de outros 19 países da região: Andorra, Argentina, Bolívia, Colômbia, Costa Rica, Equador, El Salvador, Espanha, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Portugal, Porto Rico, Uruguai e Venezuela.

Durante a Assembleia Geral realizada no Panamá, as organizações também elegeram a ombudsman de Porto Rico, Iris Miriam Ruiz, como presidenta da Federação Ibero-Americana de Ombudsman  até 2019. No encontro, também foi aprovada a integração do Chile à Federação, representado pelo Instituto Nacional de Direitos Humanos. As instituições aprovaram ainda o processo de estudo para analisar a possível incorporação da República Dominicana à rede de ombudsman.

Marielle Franco é tema de pronunciamento – O procurador adjunto dos Direitos do Cidadão João Akira Omoto aproveitou a Assembleia Geral da FIO para pronunciamento acerca do brutal assassinato da vereadora carioca Marielle Franco e de seu motorista Anderson Pedro Gomes. Diante de uma plateia composta por instituições de direitos humanos de dezenas de países da Ibero América, o representante da PFDC destacou que a execução de Marielle escancara a gravidade da situação da segurança pública no Brasil. “Marielle Franco era mulher, negra, moradora da periferia e defensora de direitos humanos, atributos que caracterizam as vítimas usuais da violência no Brasil – um país caracterizado por enormes diferenças sociais, que criminaliza a pobreza e onde mais de 60 mil pessoas são assassinadas por ano. Senhores, não estamos diante de um simples assassinato, mas de um atentado à democracia brasileira”, enfatizou.

João Akira destacou o posicionamento público adotado pela Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão, que emitiu nota na qual ressalta que a violência no Brasil não é apenas um “caso de polícia” e que seu enfrentamento não passa pelo aumento da repressão, mas sim pelo compromisso das instituições governamentais, legislativas e do sistema de justiça de enfrentar as causas do problema em todas as suas dimensões – tendo sempre a proteção dos direitos fundamentais de toda a população como alicerce.

Informativos

2018

Novembro

Outubro

Setembro

Agosto

Julho

Junho

Maio

Abril

Março

Fevereiro

Janeiro

2017

2016

2015

2014

2013

2012


 

Personal tools

This site conforms to the following standards: